quinta-feira, fevereiro 04, 2016

19 66

bloqueio improvisado (sem travão de mão!) 

recantos da imaginação  

banco vazio...mas cheio de personagens,histórias,imagens...

19 66  

avó a caminho 

crónicas de um bibliotecário-ambulante
cunqueiros - fórneas - pedras brancas 

quarta-feira, fevereiro 03, 2016

homem prevenido

serenamente  

definitivamente a Bibliomóvel não foi feita para estar parada...

homem prevenido 

slow rider

crónicas de um bibliotecário-ambulante
vale das balsas - figueira - catraia cimeira - póvoa 

um capítulo mais


crónicas de um bibliotecário-ambulante
Um capítulo mais
E tudo começou com um teclado estranho, uma nova tecnologia, obstáculo à vontade de ser mais e a necessidade de provar que consegue ser melhor!
Essa capacidade de superação não para de surpreender e cada vez mais atinge velocidades difíceis de acompanhar e assimilar. A cada visita uma nova dúvida, uma dificuldade a ultrapassar, um livro lido que assalta os seus sentidos e emoções, levantando questões no seu íntimo que quer ver respondidas ou esclarecidas. Esta descoberta que a leitura o pode levar mais longe, sem sair do lugar tornou-se ainda de maior importância, agora que um acidente rodoviário o privou do seu meio de transporte, dependendo exclusivamente de um serviço público parco e quase inexistente.
a oferta de um telemóvel com máquina fotográfica por parte de um familiar abriu horizontes e mostrou a captação das geografias identitárias.questões e dificuldades ultrapassadas na gestão e manuseamento da nova tecnologia e um desafio surge:
“porque não criar um espaço para mostrar as imagens e as histórias da sua terra!?”. Desafio aceite!
Para não quebrar entusiasmos, a Bibliomóvel e o bibliotecário-ambulante fizeram desvios de rota e numa paragem extra e extraordinária, uma rápida escolha de palavras e imagens, uma rapidíssima explicação de conceitos e o projecto nasceu:
um espaço virtual de realidades e recantos identitários para quem está longe ou simplesmente quer vislumbrar o olhar sensível de alguém que não desiste, de alguém que quer conhecer sempre mais, conhecer melhor e ir mais longe do sitio onde está!
As Bibliotecas são espaços vivos de abastecimento e saciação de vontades e necessidades e sempre algo mais…
Parabéns Sr.Francisco!
Uma honra e um prazer conhecer alguém com essa vontade e necessidade.
Estaremos cá sempre para saciar a sua imensa capacidade de superação e alimentar a sua necessidade de informação e conhecimento. Estamos cá! Estamos sempre que precisar.

Somos Biblioteca Pública (sobre rodas).

terça-feira, fevereiro 02, 2016

um telemóvel e uma aldeia para mostrar

escolha apressada  

"e entretanto a vida...passou-se!" 

ao largo  

um telemóvel e uma aldeia para mostrar

crónicas de um bibliotecário-ambulante
alvito da beira - sobrainho dos gaios 

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

é bom voltar a colocar as mãos nisto

a Bibliomóvel não gostou de estar parada tanto tempo  

ver e tentar ler as gordas  

cada um com as suas vontades  

é bom estar de volta a isto  

estranhas luzes  

é bom voltar a colocar as mãos nisto

crónicas de um bibliotecário-ambulante
cimadas cimeiras - comadas fundeiras - vergão

sexta-feira, janeiro 15, 2016

uma pessoa que lê!

a força da natureza  

olhares  

ombreira  

uma pessoa que lê!

vestígios de uma quadra

caçadas de outrora

crónicas de um bibliotecário-ambulante
pergulho - vale de água - serimogão - moitas 

quinta-feira, janeiro 14, 2016

leituras esverdeadas

utilizadora de frequência semestral  

trio ordenado  

leituras esverdeadas 

previsões meteorológicas adversas  

"não há gripe que pare!"

crónicas de um bibliotecário-ambulante
padrão-s.p.esteval-lameira de ordem-palhota-monte fundeiro-borracheira

quarta-feira, janeiro 13, 2016

sombras alternadas

leituras das festas 

sol de inverno  

sombras alternadas  

noticiário local  

trazer,levar & ir  

um reflexo 

em cacho 

crónicas de um bibliotecário-ambulante
corgas - malhadal 

terça-feira, janeiro 12, 2016

terreno desbravado

direcção clássica 

resoluções de ano novo 

terreno desbravado 

ilusões estendidas 

86 degraus 

amanhã temos mais curvas para fazer

crónicas de um bibliotecário-ambulante
rabacinas - sobral fernando - maxiais - giesteiras 

sexta-feira, janeiro 08, 2016

outros tempos, outras histórias

bisca,bica e botequim 

ressurreição  

"quem é e o que é!?" 

a chegar  

BD ao saco  

outros tempos,outras histórias 

crónicas de um bibliotecário-ambulante
pedra do altar - estevês - peral - vale da mua