sexta-feira, dezembro 28, 2007

"Procurai deixar o mundo melhor do que o encontrastes..." BP

BOM ANO DE 2008!

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE

sexta-feira, dezembro 21, 2007

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE

ADEUS, BOAS TARDES E ATÉ AO MEU REGRESSO...

Passado um ano e meio das andanças, por terras e gentes de Proença-a-Nova com a Bibliomóvel, creio que é possível fazer um balanço institucional e pessoal muito positivo e enriquecedor.

O estabelecimento de novas paragens (Rabacinas, Palhota, Monte Fundeiro, EB1 das Moitas), mostram o entusiasmo com que este serviço está a ser encarado pelas populações que o abordam e utilizam de forma tão ávida e interessada.

O objectivo básico de disponibilização de informação e conhecimento, sofreu e sofre diariamente constantes ultrapassagens, num contínuo ir mais além, que é fomentado e alimentado.

Aproveitando a periodicidade, a proximidade, e, até a amizade desenvolvida, procura-se não só tentar criar hábitos de cumplicidade com o objecto livro, jornal, revista, etc. incentivando o acto da leitura, mas ao mesmo tempo dar um cariz mais social de apoio a populações envelhecidas a quem o crescimento e o desenvolvimento apenas deixou marcas de isolamento e alguma solidão.

A visibilidade da Bibliomóvel para além das fronteiras do concelho de Proença-a-Nova, onde está consolidado, foi conseguida através do destaque concedido pela ACLEBIM ( Associacion Castelana e Leonesa de Bibliotecas Moviles) na sua pagina web à Bibliomóvel de Proença-a-Nova durante o mês de Agosto, e que culminou na sua participação no III Congresso Nacional De Bibliotecas Moviles, que se realizou em Guadalajara (Espanha).

Durante esse congresso a Bibliomóvel serviu de modelo a uma reestruturação dos serviços de bibliotecas móveis da região de Castilla la Mancha, prova indelével que deste lado de cá da fronteira existe criatividade e vontade de inovar.

Em jeito de reflexão final, podemos afirmar que o sucesso desta iniciativa se deve ao facto de termos ido ao encontro das necessidades de uma população desejosa, não apenas de informação e conhecimento que levamos até elas em diversos suportes, mas do concretizar de velhos anseios e eternas vontades de uma companhia amiga e solidária.

A periodicidade com que nos dirigimos aos locais mais distantes do concelho de Proença-a-Nova apazigua momentaneamente esses momentos de isolamento e solidão, tão apetecíveis e atractivos para uns, mas insuportáveis e insustentáveis para quem diariamente e consecutivamente convive com esses sentimentos.

Não se pense que são precisos grandes eventos e festividades para combater esta maleita, basta usar como “aspirina” um simples “Boas Tardes!”, numa voz diferente do círculo habitual dessas gentes e logo um sorriso espelhado não nos lábios, mas nos olhos desponta nas faces destas gentes.

Simplesmente “Boas Tardes”!

O Papalagui

quarta-feira, dezembro 19, 2007

neblina cinzenta

suave distorção

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
ALVITO DA BEIRA - SOBRAINHO DOS GAIOS

segunda-feira, dezembro 17, 2007

luminosidade

" tenho lá dois iguais...!"

tribuna soalheira

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
PERGULHO - VALE DE ÁGUA - MOITAS

sexta-feira, dezembro 14, 2007

(........)
" de pequenino se torce..."
" que tens nas mãos?"
"curiosidade no olhar"
aceitam-se sugestões!

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
PADRÃO - LAMEIRA DE ORDEM - PALHOTA - MONTE FUNDEIRO

quarta-feira, dezembro 12, 2007

"voçê não tinha aqui um livro sobre podar arvores?"

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
RABACINAS - SOBRAL FERNANDO - MAXIAIS

segunda-feira, dezembro 10, 2007

medronho

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
PEDRA DO ALTAR - PERAL-VALE DA MUA

sexta-feira, dezembro 07, 2007

estrelas

fim de jornada

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
CUNQUEIROS - FORNEAS

quinta-feira, dezembro 06, 2007

aparências natalícias

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
VALE DAS BALSAS - CATRAIA CIMEIRA - PÓVOA

quarta-feira, dezembro 05, 2007

relance

manualidades

visita

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
ALVITO DA BEIRA - SOBRAINHO DOS GAIOS

quarta-feira, novembro 28, 2007

sem titulo
-aceitam-se sugestões!-

tempos que não voltam mais

suave equilíbrio

novas oportunidades

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
RABACINAS - SOBRAL FERNANDO - MAXIAIS

terça-feira, novembro 27, 2007

repasto

"enche aí o tenelho!"

" parece ouro liquido!"

armas do ofício

"tá aqui mão travessa de azeite!"

"aperta com elas... "

"traz lá seira...!"

"bota aqui!"

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
-Lagarada-

segunda-feira, novembro 26, 2007

quarta-feira, novembro 21, 2007

imagem para França I

inauguração

sabedoria

imagem para França II

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Alvito da Beira - Sobrainho dos Gaios

terça-feira, novembro 20, 2007


The Boatman

"If I could choose the life I pleased Then I would be a boatman/ Along the canals and the river free/ No hasty word are spoken /My only law the river breeze /Would take me to the open seas /If I could chose the life I pleased. Then I would be a boatman.

If I could choose the life I pleased /Then I would be a rover /And if the road was not for me /Then I would chose another/ Across mountains and the valleys deep /I would take these weary feet /If I could choose the life I pleased /Then I would be a rover"

Levellers

reportando

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Pergulho - Vale de Água - Moitas

segunda-feira, novembro 12, 2007

reverência

" deixa cá ver se levo este...!"

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Pedra do Altar - Peral - Vale da Mua

sexta-feira, novembro 09, 2007

"olhe aqui vizinha...!"

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Cunqueiros - Fórneas

quinta-feira, novembro 08, 2007

" hummmmm...!!!"

" e a chuva que nunca mais vem...!"

compras

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Vale das Balsas - Catraia Cimeira - Póvoa
rotas II

cores outonais

rota I

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Alvito da Beira - Sobrainho dos Gaios

terça-feira, outubro 30, 2007


Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante

Fundo do Túnel

No regresso de terras de “nuestros hermanos”, como o asfalto a percorrer era muito, e sem prejudicar a minha concentração rodoviária, fui pensando e reflectindo em tudo o que vi, ouvi e senti durante aqueles dias de convívio entre pares.

Analisando a situação lusitana, no que diz respeito as bibliotecas móveis, creio que ainda existe alguma desconsideração por este serviço, que penso ser de excelência e com excelentes resultados, não só ao nível da aproximação e divulgação do objecto livro como da promoção desse nobre acto que é a Leitura, através da criação de redes de proximidade, cumplicidade e até de amizade.

Para além disso este serviço joga, em zonas mais isoladas, um papel predominantemente social de apoio a populações que o crescimento e o desenvolvimento apenas deixou marcas como a solidão e o isolamento, em parte devido ao maciço êxodo rural que padeceram e padecem.

Sem menosprezo para o trabalho diário de grande parte dos meus colegas de ofício, lançava aqui um pequeno desafio/provocação.

Planeiem a “fuga” dos vossos gabinetes, salas de leitura, depósitos, salas de reuniões e apostem no serviço itinerante de biblioteca!

Experimentem as sensações diárias de dever cumprido, como bibliotecários acima de tudo, mas experimentem principalmente a sensação de “luz ao fundo do túnel”, proporcionado pela versatilidade e a miríade de novas profissões em que nos temos de especializar para irmos ao encontro dos desejos e anseios dos nosso utilizadores.

Creio que muitos companheiros de profissão após essa experiência, única irão ver os serviços itinerantes com outros olhos e contribuir para que este tipo de recurso tenha um efectivo renascimento em Portugal e transformemos as actuais e futuras Bibliotecas Itinerantes em dignas herdeiras das Bibliotecas Itinerantes da Gulbenkian, verdadeiras “luzes” que com certeza iluminaram e iluminam hoje em dia, com toda sua influência, muitos antigos utilizadores.

O Papalagui


sexta-feira, outubro 26, 2007

choque do futuro!?

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Cunqueiros - Fórneas

quinta-feira, outubro 25, 2007

chegada

de passagem...

espectadoras

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Vale das Balsas - Catraia Cimeira - Póvoa

segunda-feira, outubro 22, 2007

Lusos
-Proença-a-Nova-

-Montijo-


Leon

Guadalajara

Cádiz

Segóvia

Murcia

Barcelona

Madrid

Saludos a todos los "Bibliobuseros"

Crónicas de um Bibliotecário-Ambulante
Guadalajara