quarta-feira, fevereiro 24, 2010

luminosidade diluviana

sedento

serenamente

CRÓNICAS DE UM BIBLIOTECÁRIO-AMBULANTE
ALVITO DA BEIRA - SOBRAINHO DOS GAIOS