segunda-feira, abril 22, 2013

festival de bibliotecas itinerantes da croácia - koprivnica





cakovec

krizevci

bjelovar

karlovac

rijeka

zadar

zagreb

vinkovci

osijek

koprivnica



Abraço Balcânico

Festival que é festival tem de começar com apontamento musical. Este, das Bibliotecas Itinerantes Croatas, não foi diferente.
Um grupo de cantares tradicionais femininos deu o mote. Apesar da barreira linguística deu para perceber e sentir o amor e a vontade de preservar a memória do seu país.
Estava assim dada a ignição para esta reunião familiar de troca de experiências, afectos, sonhos e dissabores. Um dia intenso carregado de dados, que a diferença linguística me impede de os divulgar na integra.
Apesar disso, as comunicações apontavam para a apresentação dos diversos projectos itinerantes, as novas formas de financiamento (proveniente da futura integração na EU), e as “visitas de estudo” efectuadas, para estabelecer pontes com outros países, no que as Bibliotecas Itinerantes dizem respeito.
No exterior da Biblioteca Pública de Koprivnica, as dez Bibliotecas Itinerantes estacionadas estavam abertas ao público, deixando á vista os seus recursos bibliográficos, as suas estratégias e tácticas de funcionamento e algumas soluções estruturais imaginativas (fruto da capacidade de adaptação e criatividade dos seus responsáveis).
Apesar de não ser uma estreia, não deixa de ser surpreendente a familiaridade dos gestos, das histórias, das emoções que se vivem “on the road” ao volante de uma Biblioteca Itinerante, seja na Croácia, em Portugal, Espanha, Finlândia, Dinamarca, Noruega, Suécia, Rússia, Holanda, Inglaterra, França e acredito que assim seja em todo o mundo.
Esta sensação de pertença a um grupo, que partilha uma missão de simplesmente ir e levar até aos seus utilizadores/visitantes/Amigos todos os recursos existentes numa Biblioteca e sempre algo mais…, faz com que naturalmente não seja a barreira natural da língua e dos costumes a ser um entrave ao dialogo, a partilha, a confraternização entre pares.
Por vezes, basta um olhar, um sorriso, um acenar, uma expressão, para confirmar esta forte ligação entre aqueles que que todos os dias por todo o Mundo levam as Bibliotecas sobre Rodas.
A confirmação desta ligação ficou selada neste caso com um abraço. 
Um Abraço Balcânico.
o papalagui


5ºfestival de bibliotecas itinerantes da croácia - koprivnica
crónicas de um bibliotecário-ambulante