terça-feira, novembro 26, 2013

serpenteando

 não há duas sem...

 não há duas sem três

serpenteando 

crónicas de um bibliotecário-ambulante
alvito da beira - sobrainho dos gaios